Atacar FF

Dúvidas em Relação à Trompa, questões técnicas, de execução, construcção, interpretação, etc...

Moderadores: Gil Brasil, rmatosinhos

Responder
brenda
Membro Nível 2
Membro Nível 2
Mensagens: 37
Registado: 16 set 2011, 18:54

Atacar FF

Mensagem por brenda » 24 jan 2012, 15:03

Ola caros trompista eu desejo saber como que faço para atacar uma nota FF eu so consigo atacar ate o sol da 2 linha FF depois disso o ré sai mais nao com tanta qualidade e minha boca vibra aos lados existe alguem exercicio que ajude no desenvolvimento disso ?

Avatar do Utilizador
Gil Brasil
Moderador
Moderador
Mensagens: 932
Registado: 31 dez 2009, 17:59
Localização: Minas Gerais, Brasil

Re: Atacar FF

Mensagem por Gil Brasil » 24 jan 2012, 22:25

Brenda, primeira coisa que deve lembrar é fortalecer os músculos faciais, em especial queixo (maxilar inferior, lábios e cantos da boca, e ainda, o abdomen. Este fortalecimento só vai ocorrer ao longo do tempo, com treino e dedicação.

Outra coisa que os músicos sempre negligenciam (não fazem direito) é respirar pouco. A respiração é vital para qualquer atividade física. Tudo que for fazer deve respirar firme para oxigenar adequadamente os músculos. Às vezes, na ânsia de tocar a peça o mais rápido possível, focamos as notas e perdermos a concentração na respiração.

O trompista deve fazer exercício de oxigenação todos os dias antes das práticas, estudos ou apresentações. Aí que vem o aquecimento com buzzing, com o bocal e com o instrumento. Tente fazer 10 minutos de respiração todos os dias antes da prática, inspirando e expirando firme, enchendo a caixa de ar, fortalecendo os pulmões e oxigenando os músculos. Vai melhorar muito sua performance.

Quando se respira corretamente, você poupa os lábios e evita pressão exagerada dos lábios no bocal, e além disso, ajuda a sua concentração técnica nas notas.
A respiração mais indicada para instrumentos de sopro é a abdominal, ou seja, concentrada no diafragma (músculo principal do abdomen).

Também pressionar os lábios com muita força retira oxigênio deles, e atrapalha a sua performance, cansando rapidamente e aparecendo vibrações nos lábios, vibrações nas notas, ruídos com perdas de ar no bocal, assovios, etc.

Também evite a embocadura "sorriso", aquela em que se afina os lábios (para você entender, é o famoso sorriso amarelo), pois ela não favorece o fortalecimento dos músculos.

Segundo Cascapera (1992 citado por Baptista, 2010, p. 12): "Os músculos que formam a embocadura são os do queixo, dos cantos da boca e os do centro dos lábios. Esses músculos deverão trabalhar em sentidos opostos, para criar tensão necessária para a vibração labial, ou seja: os do queixo para baixo; os dos cantos da boca para fora; e os do centro dos lábios para dentro."

Assim, esforce-se para formar estas posições em cada músculo (queixo, cantos da boca e centro dos lábios) para firmar sua embocadura.

Para você perceber melhor o resultado, pense em cada músculo separadamente:
1) comprima o queixo para baixo: com o conjunto boca, lábios e queixo, faça um movimento para baixo comprimindo-os;
2) force os cantos da boca para fora: como um sorriso, em que você segura os cantos da boca, esquerda contra direita e vice-versa;
3) force o centro dos lábios para dentro: endurecendo a parte de dentro dos lábios, acima contra abaixo.
Depois que fizer separadamente, tente reunir os três exercícios anteriores num só, fazendo a pressão indicada em cada exercício. Assim, estará formando uma embocadura firme e correta.
Gil Brasil

Avatar do Utilizador
rmatosinhos
Administrador do Site
Administrador do Site
Mensagens: 1603
Registado: 23 dez 2004, 18:22
Localização: Ermesinde
Contacto:

Re: Atacar FF

Mensagem por rmatosinhos » 24 jan 2012, 23:21

A dinâmica na trompa está directamente ligada ao ar e à abertura dos lábios.
A forma mais fácil de compreender é associar à ideia de regar o jardim com uma mangueira.
Assim sendo o ar é a água e a abertura é a ponta da mangueira.
Se aumentar a quantidade de água o jacto de água fica mais forte mas se não segurar a mangueira com firmeza vai perder o controlo da mangueira e encharcar tudo, excepto o canteiro de flores que pretende regar. :D

Na embocadura, os músculos a utilizar são precisamente os músculos laterais que deverão antecipar a dinâmica e suportar a embocadura.

Voltando à metáfora do jardim...
Pode focar a água para regar um canteiro de flores a 4 metros, mas aumentando a quantidade de água terá igualmente que regular a ponta da mangueira ou, com o aumento do caudal, regará um canteiro mais afastado...

Na embocadura significa que quanto mais forte tocar, maior tem que ser a abertura da embocadura, porém se abrir demasiado vai desfocar o som e baixar a afinação.

Um dos melhores exercícios para controlar dinâmicas passa pelo treino de notas longas.
Recomendo porém cautela pois é um exercícios bastante exigente que, quando não executado correctamente, pode arruinar a sua embocadura para o resto do dia.

Comece numa tessitura fácil, por exemplo o fá médio.

Ligue o afinador,
Ligue o metrónomo a 60 b.m.p. com um clique mais agudo a cada 4 tempos.
estude de seguida da seguinte forma.

1 p, 2 mp, 3 mf, 4 mf - 1 mf, 2 mf, 3 mp, 4 p

PAUSA

1 p, 2 mp, 3 mf, 4 f - 1 f, 2 mf, 3 mp, 4 p

PAUSA

1 mp, 2 mf, 3 f, 4 ff PAUSA 1 ff, 2 f, 3 mf, 4 mp

PAUSA

1 mf, 2 f, 3 ff, 4 fff PAUSA 1 fff, 2 ff, 3 f, 4 mf

Faça uma pausa reforçada e repita o exercício numa nota diferente. É importante fazer as pausas indicadas e olhar para o afinador e verificar que a afinação permanece a mesma. Da mesma forma é importante cuidar a qualidade de som que deverá ser sempre constante.
Ricardo Matosinhos
Administrador do Forum

fhmota
Membro Nível 1
Membro Nível 1
Mensagens: 3
Registado: 03 fev 2012, 21:01

Re: Atacar FF

Mensagem por fhmota » 03 fev 2012, 21:37

Coloque-se peso aos posts anteriores. Sou iniciante com difuldades semelhantes às da Brenda e no meu caso particular notei considerável diferença quando atentei para a respiração e o diafragma. Tive de trabalhar esses dois senhores com muita paciência. Estava com o seguinte vício: Quando o ar começava a acabar (ou soprando em uma medida fraca para a trompa) devido uma respiração não correta, involuntariamente pressionava o bocal contra os lábios em uma tentiva de manter a nota. Com alguns minutos, a embocadura ficava comprometida e o treino não rendia. Nessas circunstâncias para o meu caso, compartilho com a Brenda a sensação de frustração e vontade de desistir. É duro empenhar-se e não ver resultados. Mas a chave do sucesso é não desistir. Sempre tive vontade de tocar trompa. Num primeiro contato, tive tanta dificuldade que acabei optando pelo trompete. Treinei o instrumento mas a minha cabeça sempre estava voltada para trompa. Enfim, tive de desfazer do trompete e voltar para a trompa. A analogia de "regar o jardim" é muito boa. Parabéns pelos posts.

Avatar do Utilizador
Gil Brasil
Moderador
Moderador
Mensagens: 932
Registado: 31 dez 2009, 17:59
Localização: Minas Gerais, Brasil

Re: Atacar FF

Mensagem por Gil Brasil » 22 fev 2012, 19:57

Talvez o meu post não tenha sido completamente entendido. Vou focar agora somente a questão do último exercício.

Sobre o exercício, na verdade, o foco deve no conjunto queixo e lábios somente, SEM uso de bocal ou de instrumento. Este exercício tende a fortalecer o fechamento da embocadura, para dar resistência e melhorar os movimentos, principalmente nos agudos, mas também nos médios e graves, pois o fortalecimento visa condicionar a boca, lábios e queixo, e não corrigir posturas de embocadura.

1. Pense no queixo: abaixe o queixo, não muito, prendendo a musculatura.
2. Com o queixo flexionado, pense nos lábios, parte interna das regiões esquerda e direita (não nos cantinhos da boca, mas para dentro um pouco, vc vai sentir os morrinhos de lábios fazendo o encontro). Flexione prendendo-os para dentro (para o centro da embocadura).
3. Mantenha as posições anteriores combinadas, e agora, flexione pressionando o lábio superior contra o lábio inferior, fechando a embocadura (ou seja, para o centro, fazendo a aberturinha de ar). Tudo em sequência, sem descartar o movimento anterior.

Na verdade, destina-se a fazer o 'buraquinho' da embocadura, mas de maneira sequencial e flexionando os músculos a fechar a embocadura com força e segurança. Não é para posicionar o bocal, é somente para fortalecer esses músculos citados. Posicionamento de bocal é outra história.

No começo parece ser difícil, mas em poucos minutos, pega-se o jeito da coisa. Eu mesmo erro muito, mas o segredo da coisa, é flexionar pressionando para dar força aos lábios e queixo de modo que eles fechem a embocadura com segurança e força.

Gil Queiroz
Gil Brasil

Responder

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 2 visitantes