Execução no registo agudo da trompa!

Dúvidas em Relação à Trompa, questões técnicas, de execução, construcção, interpretação, etc...

Moderadores: Gil Brasil, rmatosinhos

Responder
PAULINHO
Membro Nível 1
Membro Nível 1
Mensagens: 5
Registado: 25 out 2013, 20:32

Execução no registo agudo da trompa!

Mensagem por PAULINHO » 28 out 2013, 21:32

Olá!
Sou trompista e pretendo dentro do que fôr possível , um esclarecimento sobre que estudos ou preparação fazer para conseguir tocar com precisão no registo agudo, sem falhas, principalmente quando existe intervalos grandes entre as notas. Isto porque tenho tendência por vezes em falhar o ataque das notas nesta tecitura, acontecendo que por vezes quando aparece solos neste registo, já não me sentir com segurança. Que método de estudo poderei fazer?
Ficarei muito agradecido pelo esclarecimento e atenção que me possa ser dado!
Um abraço:
Paulinho.

Avatar do Utilizador
Gil Brasil
Moderador
Moderador
Mensagens: 932
Registado: 31 dez 2009, 17:59
Localização: Minas Gerais, Brasil

Re: Execução no registo agudo da trompa!

Mensagem por Gil Brasil » 29 out 2013, 18:19

Bem-vindo Paulinho.

Que beleza que és trompista, eu ainda estou tentando. \:D/ \:D/
Brincadeiras à parte, o registro agudo, sempre ele, é o mais difícil na trompa, e talvez o mais desejado também.
Para conseguir tocar bem no agudo, é preciso antes de tudo, muito estudo, prática, dedicação, paciência, muita paciência, e dar tempo ao tempo.
Existem muitos métodos, talvez pudesse tentar o Pottag ou o Rubank. Existem vários níveis de iniciante até avançado. Talvez os encontre no Brasil (difícil), mas no EUA é bem fácil achar.
No entanto, não se toca bem o registro agudo sem, concomitantemente, dominar o registro grave. É um ponto de equilíbrio.
Gil Brasil

PAULINHO
Membro Nível 1
Membro Nível 1
Mensagens: 5
Registado: 25 out 2013, 20:32

Re: Execução no registo agudo da trompa!

Mensagem por PAULINHO » 29 out 2013, 22:48

Sr.Gil Brasil!
Muito obrigado pela sua atenção e disponibilidade.
Vou procurar então seguir o seu concelho e tentar melhorar neste meu problema no registo agudo!
Um abraço!

Avatar do Utilizador
rmatosinhos
Administrador do Site
Administrador do Site
Mensagens: 1604
Registado: 23 dez 2004, 18:22
Localização: Ermesinde
Contacto:

Re: Execução no registo agudo da trompa!

Mensagem por rmatosinhos » 30 out 2013, 18:20

Olá. O registo agudo apresenta habitualmente 2 dificuldades.
Por um lado é necessário leveza por forma a poder tocar as notas sem fazer demasiada pressão, por outro lado como à medida que se sobe as notas ficam mais juntas, torna-se mais difícil acertar na nota certa.
O ideal é fazer exercícios com séries de harmónicos, sempre com os mesmos harmónicos, começando com a dedilhação 1•2•3 e subindo até 0.
Ou seja: 1•2•3, 1•3, 2•3, 1•2, 1, 2, 0
Não necessita de subir muito, apenas até onde se sentir confortável, mantendo sempre um som limpo.
Depois, por exemplo a cada semana, subir mais um pouco...
Elaborei um pequeno livro em formato A6 (Guia de Bolso da Trompa) onde, entre outras coisas, aparecem os primeiros 16 harmónicos de cada dedilhação da trompa dupla, assim pode saber que notas está a tocar ao certo e a que número de harmónico correspondem. :wink:
Ricardo Matosinhos
Administrador do Forum

PAULINHO
Membro Nível 1
Membro Nível 1
Mensagens: 5
Registado: 25 out 2013, 20:32

Re: Execução no registo agudo da trompa!

Mensagem por PAULINHO » 30 out 2013, 21:54

Olá Srº Ricardo Matosinhos!
Fico muito agradecido pela sua disponibilidade em me dar uma dica para trabalhar o registo agudo.
As informações e troca de experiências nunca são demais.
Um abraço e até breve :rolleyes:

Wagner Bracci
Membro Nível 2
Membro Nível 2
Mensagens: 64
Registado: 01 mai 2008, 15:00
Localização: São José Rio Pardo, SP-Brasil

Re: Execução no registo agudo da trompa!

Mensagem por Wagner Bracci » 30 jan 2014, 19:31

rmatosinhos Escreveu:Olá. O registo agudo apresenta habitualmente 2 dificuldades.
Por um lado é necessário leveza por forma a poder tocar as notas sem fazer demasiada pressão, por outro lado como à medida que se sobe as notas ficam mais juntas, torna-se mais difícil acertar na nota certa.
O ideal é fazer exercícios com séries de harmónicos, sempre com os mesmos harmónicos, começando com a dedilhação 1•2•3 e subindo até 0.
Ou seja: 1•2•3, 1•3, 2•3, 1•2, 1, 2, 0
Não necessita de subir muito, apenas até onde se sentir confortável, mantendo sempre um som limpo.
Depois, por exemplo a cada semana, subir mais um pouco...
Elaborei um pequeno livro em formato A6 (Guia de Bolso da Trompa) onde, entre outras coisas, aparecem os primeiros 16 harmónicos de cada dedilhação da trompa dupla, assim pode saber que notas está a tocar ao certo e a que número de harmónico correspondem. :wink:
Eu também, acredito que trabalhando com a séria harmônica, tem como ir avante, rumo aos agudos, com a conciência de suavidade, sem forçar a embocadura, e ir colocando notas, tão quanto vá obtendo facilidade. Concordo com o Ricardo Matosinhos

Responder

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 8 visitantes